Patrono: Roberto Vilhena Morais

Co-patrono: Célio Rodrigues Pereira (passou a emérito em 11/12/2013)

Ocupante atual: Geraldo Damião Secunho


Currículo:

 Nasceu em 9 de junho de 1942, em Muriaé, Minas Gerais, filho de Alberto Pinto Coelho Secunho e Yolanda Damião Secunho.

Graduado em Medicina pela Faculdade Federal Fluminense em 1968. Residência médica em cirurgia pediátrica, no Hospital Estadual Jesus, Rio de Janeiro-RJ, no período de 1969-1970; especializou-se em cirurgia pediátrica; curso de controle de infecção hospitalar, pelo Centro Educacional São Camilo, Brasília-DF (1994-1995); curso de Administração Hospitalar pelo Centro de Ensino Unificado de Brasília (CEUB), DF, em 1983 e 1984; curso de Gerência de Saúde, pela Fundação Getúlio Vargas (1999-2002).

Em suas atividades médicas assistenciais, atuou na Superintendência de Serviços Médicos do Governo do Estado (Suseme), Rio de Janeiro, 1969-1970; médico intensivista pediátrico, Unidade de Terapia Intensiva do Primeiro Hospital Distrital de Brasília (1971-1974), cirurgião-pediatra, Unidade de Cirurgia Pediátrica do Primeiro Hospital Distrital de Brasília, atual Instituto Hospital de Base (1974-1977) e Hospital Regional da Asa Sul, atual Hospital Materno Infantil (1977-1995); cirurgião-pediatra do Hospital das Forças Armadas (1974-1999).

Em seu empenho por melhorias no âmbito hospitalar, foi membro da Comissão de Infecção Hospitalar, Hospital das Forças Armadas, 1883-1987; membro da Comissão de infecção Hospitalar, Hospital Brasília DF, 1987-1999; Coordenador do Núcleo de Qualidade Hospitalar, Hospital das Forças Armadas, 1999-2000; administrador, Hospital Regional da Asa Sul, 1995-1997; diretor de Planejamento, Hospital Materno Infantil, 1998-1999; médico fiscal do Conselho Regional de Medicina do DF, 2001-2004; Diretor de Planejamento da Associação Médica de Brasília, DF, 2002-2005.

Dentre suas atuações na área de ensino, foi professor assistente, curso de Medicina, Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central (Faciplac-Uniplac), atual Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos (Uniceplac), DF, 2009-2015.

Fez a palestra Terapia Intensiva Pediátrica, em evento científico do Centro de Estudos HEJ, Rio de Janeiro, 1973. Frutos de suas pesquisas em cirurgia pediátrica, apresentou em eventos científicos as conferências: Dilatações Ureterais na Infância, Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Rio de Janeiro, 1970; Apendicite Aguda com Peritonite Sem Drenagem Peritoneal, III Simpósio de Cirurgia Pediátrica, São Paulo, 1974; Atrofia Congênita de Testículo, VIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Pediátrica, Florianópolis-SC, 1980.

Dentre seus artigos publicados, destaca: Hipospádia em Meninos, Folha Médica, 1970; Conduta do Pediatra na Sala de Parto Diante das Malformações Congênitas, Temas de Pediatria, n. 5, Nestlé Nutrition Institute, 1977.

Foi colaborador na elaboração de capítulos dos livros: Controle Clínico em Cirurgia Pediátrica, in: Hélio Barbosa. Controle Clínico do Paciente Cirúrgico, 1992; Condições Cirúrgicas no Recém-Nascido, in: Antônio José Duarte Jácomo, Assistência ao Recém-Nascido: Normas e Rotinas. Também foi colaborador na elaboração dos livros publicados: Manual de Controle de Infecção Hospitalar no Distrito Federal, 1984; Prontuário Médico do Paciente, Conselho Regional de Medicina do DF, 2006.

Participou como membro de diversas bancas examinadoras nos concursos públicos para cirurgia pediátrica do Hospital Regional da Asa Sul (atual Hospital Materno Infantil) Distrito Federal, em 1979, 1982 e 1984.

Em razão de seus esforços no desempenho profissional, recebeu as homenagens: certificado de bons serviços prestados durante dez anos de atividades no Hospital das Forças Armadas; elogios registrados em boletins internos de clínicas cirúrgicas do Hospital das Forças Armadas; diploma de Mérito Ético Profissional por cinquenta anos de exercício profissional sem sanção ética, conferido pelo CRM-DF, 2018; prêmio Sérgio Arouca por gestão participativa, Ministério da Saúde; prêmio Hospital Amigo da Criança, em nome do Unicef (Fundo das Nações Unidas Para as Crianças).

Relata como realizações especiais no exercício profissional: participação efetiva como administrador na transformação do Hospital Regional da Asa Sul (HRAS) em Hospital Materno Infantil (HMIB). Assinala que foi o primeiro dentre os muitos universitários que existem na família. Observa que, quando aspirava o título de especialista, o patrono Roberto Vilhena de Moraes era o Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Pediátrica.