Anais de 2010-2012 

É bem verdade que as palavras seguidas de debates tinham objetivos evidentes, o de proporcionarem propostas a serem apresentadas às sociedades médicas e científicas, particularmente do Distrito  Federal e que pudessem chegar também ao conhecimento das autoridades governamentais da Capital da República brasileira.

Por outro lado, discute-se muito sobre a relação médico-paciente e seus complexos caminhos. O que mudou nessa relação e o que permaneceu inalterado ao longo do tempo a colocou cada vez mais distante do ideário humanista. Nos tempos atuais estão entre as principais causas dessa distorção  as rápidas conquistas tecnológicas, a prescrição indiscriminada de medicamentos e a solicitação excessiva de exames complementares, que contribuem para deixar em segundo plano a pessoa do paciente.

Anais 1989-2009 

Com a publicação desses Anais, a Academia de Medicina de Brasília cumpre seu dever estatutário de contribuir para preservação da memória da Medicina de Brasília e colaborar com o Poder  Público no  estudo e solução das questões de caráter médico-social. E dá também um passo à frente na avaliação de algumas vertentes da história da Medicina em Brasília, geralmente pouco  estudadas e, muitas vezes, injustamente avaliadas.